quarta-feira, 24 de junho de 2015

Segredo -: Compondo sem a vogal "A"














Sei do seu segredo , deleites e desfrutes.

Sei  tudo, e detenho-os  como deténs.

Sem temor, deixou-se envolver... Entrementes

dos  olhos coletivos, fizeste refém! 


Sem motivo ficou ressentido,
Sequer, pensou em mim,
como fiquei, o que sofri
de vê-lo envolvido em outro contexto.

Consegui sobreviver o momento cruel,
este que me presenteou com desdém
e com certo resquício de ódio.
Mas existe o tempo, meu e seu!
E o tempo é severo... 




dinapoetisadapaz      

17 comentários:

  1. Bonitas palavras.

    Isabel Sá
    http://brilhos-da-moda.blogspot.pt

    ResponderExcluir
  2. Lindas palavras poéticas. Um maravilhoso dia

    ResponderExcluir
  3. Oi amiga que lindas frases poéticas formando bela poesia. Sensibilidade em escrever.
    Um abraço carinhoso. bj

    ResponderExcluir
  4. Tua sensibilidade na composição de um texto poético encanta-me querida
    Maravilho este seu poema. Parabéns amiga!
    Beijos e um sorriso

    ResponderExcluir
  5. Oh amiga Gracita, vc que é generosa , quem dera ser tão inspirada igual vc que escreve coisas lindas. Agradeço suas palavras de incentivo, e são palavras que agudeça o desejo de escrever mais e mais.
    Tenha uma noite de paz!

    Bjs!

    ResponderExcluir
  6. Amiga Lia, grata pela visita, fico por demais agraciada com sua leitura e comentário.
    Bjs no coração!

    ResponderExcluir
  7. Poeta Francis, é uma honra receber sua visita., bem como da sumida Marizinha,

    Abç a ambos amigos!

    ResponderExcluir
  8. Isa, obrigada pela visita. Prazer em tê-la por aqui!
    Abçs!

    ResponderExcluir
  9. Olá, querida Diná!
    Tão bonito que inspirou-me pela sua mensagem passada e pelo tom com que descreveu um dissabor do tempo... Fiz a minha também!
    Bjm fraterno

    ResponderExcluir
  10. Traga o poemeto e poste nos comentários, lá n consegui copiar; Ficou belo demais!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Coloquei no e-mail, querida... Bjm e obrigada por tudo

      Excluir
  11. Belíssimos versos, Dina
    Te desejo um feliz fim de semana, querida
    Beijinhos de
    Verena e Bichinhos

    ResponderExcluir
  12. belos versos e criatividade, vi lá pelo da Chica e adorei. Vim te conhecer e tentar o desafio.


    Sobejo em mim sentimentos felizes
    Sem esquecer o tempo que perdi
    Resquícios de desejo
    Doces delírios
    Senti, chorei, gemi.
    Sou de sentidos expressos
    Penso que volto em outro tempo existir
    De bem-querer cheio o ser
    Sentindo terno e louco
    Sempre o bom sentimento em mim.

    Paula Belmino

    ResponderExcluir
  13. Versos sinceros e reflexivos!
    Um abraço neste sábado...
    Muita paz!

    ResponderExcluir
  14. Boa noite Anete! Obrigada por apreciar. Tenta vc também!
    Bjs!

    ResponderExcluir
  15. Paula, cada poeta que chega é mais uma alegria, e vc chegou com tudo trazendo uns arrebatadores de lindos. Seja muito bem vinda,
    Vou postar e te enviar o link. Muito obrigada por participar.
    Tenha uma noite azul!

    bjs!

    ResponderExcluir
  16. Verena querida, bom te ver por aqui , fico feliz demais com a sua visita e claro de todos!

    Domingo azul pra ti!

    Bjs!

    ResponderExcluir