sexta-feira, 21 de agosto de 2015

Postagens encerradas


Bom dia amigos!

Encerrei minhas postagens nesse blog
Agradeço o carinho das visitas e comentários.
Diná


quarta-feira, 5 de agosto de 2015

Sonho


 Num lindo outeiro estive!
Vi o céu bem pertinho,
Mirei o infinito, que bonito!
Desci os olhos, vi um ribeiro,
Lindos corvos negros,
Pensei em descer, como?
Criei um roteiro...
Voei com os corvos,
Num minuto,
Fui em muitos mundos...

Fim do sonho... Voltei!!

dinapoetisadapaz

Voo Ébrio



Vejo esse negro céu
onde nuvens tristes
 sem destino, correm céleres,
em movimentos perfeitos.

Quero percorrer esse céu gris,
ele tem um quê de triste,
temo interferir no meu propósito de hoje, 
pretendo um voo, estou ébrio de desejos
que me desloquem, ver de perto
o infinito, ou é ilusório?
Preciso me erguer, o solo grudou em meus pés, sinto um peso enorme!


dinapoetisadapaz

domingo, 2 de agosto de 2015

PERDÃO SENHOR -Prece em Decanato Poético



ENHOR PERDOA-ME POR RECLAMAR TANTO 
SOU HUMANA, IMPERFEITA E PECADORA

ROGO A VÓS VIGÍLIA CONSTANTE
NAS MINHAS PALAVRAS E AÇÕES

QUE EU TENHA SEMPRE DISCERNIMENTO
PARA UMA VIDA EM MONITORAMENTO

QUE EU POSSA AMAR MEUS SEMELHANTES
E ESTENDER-LHES À MÃO NA HORA PRECISA

A VÓS ENTREGO MINHA VIDA
NA CERTEZA DE QUE ESTAREI PROTEGIDA.

PS: ESTILO CRIADO PELA POETISA NORMA APARECIDA

dinapoetisadapaz

sexta-feira, 31 de julho de 2015

Meu Bem Querer - Compondo sem a vogal "A"




Dos teus beijos tiro proveito,

O timbre de voz enlouquece-me!

Os olhos cor de mel,

Que deslumbre!

O porte, é um monumento!

Teu corpo, nele  me conforto

E deliro com teus mimos.

Em ti, encontrei meu norte,

O porto seguro que preciso.

Com um homem deste

Que me fez consorte.

Recebi um  generoso presente!

Que mulher de sorte!

Que perdure  esse nosso doce viver!

És meu eterno bem querer.


dinapoetisadapaz

segunda-feira, 27 de julho de 2015

Olhos do Bem - Compondo sem a vogal "A"



 















Vendo o mundo com os olhos do bem
Determino que do meu interior
Expulsem-se todo sentimento que
Provoque desejos oponentes
Com meu correto e bom proceder.

Viver nesse mundo frio,
Insensível, cruel e competidor,
Requer esmero, porém sem requintes.
O zelo por si contribui que se evite
Conviver com o perigo que nos
Cinge, mesmo sendo difícil...

Viver escondido temendo
O terror e o desrespeito
Dos elementos nocivos
Que vivem em conjunto
Em prol do ódio coletivo,
E sentir-se preso
Sem ter cometido nenhum erro.

dinapoeisadapaz

sábado, 25 de julho de 2015

Renovo - Compondo sem a vogal "A"







Com você eu fui feliz
Vivi momentos intensos,
Sem tempo de ser infeliz.
O destino deu por suspenso

E fiquei como quem morre,
Vivendo sem rumo, sem sentido.
Meu mundo ruiu, tomei um porre
De um tempo ido e perdido.

Meu ser petrificou, perdi o senso
Mergulhei num mundo escuro,
O mundo dum sofrimento denso
Que me fez refém inseguro.

O tédio consumiu meu domínio
O impossível se fez presente.
Implorei um lume em meu benefício,
Um socorro pro corpo dormente.

Num certo momento desprende-se
Um véu, e vislumbrei um tempo novo.
Estremeci, o escuro refugiou-se
Tudo mudou, veio o renovo.


dinapoetisadapaz

quarta-feira, 22 de julho de 2015

20 de julho - Dia do amigo


Estive ausente do meu domicilio no dia  amigo, por essa razão não compareci ao blog para felicitar aos meus adoráveis e virtuais amigos.
Bom é ter amigos, e bons amigos, sejam reais ou virtuais sempre guardados no coração.
Mesmo  atrasadinha, deixo à todos o meu  fraterno e carinhoso abraço. 
Bjabração!

Decanatos Póeticos

Estilo Experimental criado pela poetisa Norma Aparecida Silveira A Paz no Carnaval Da grande amiga um convite recebo, Pa...